domingo, 5 de maio de 2013

RESTRIÇÃO ALIMENTAR COM O USO DA VITAMINA D EM ALTAS DOSES NO TRATAMENTO DE DOENÇAS AUTOIMUNES

ATENÇÃO:  


QUALQUER USO DE VITAMINA D ACIMA DE 


10.000 UI, SÓ PODE SER FEITO SOB RIGOROSA 


SUPERVISÃO MÉDICA.





1 – RESTRIÇÃO

* ao consumo de laticínios em geral – leite, derivados, 


queijos, iogurtes, e também alimentos que sejam 

enriquecidos com Cálcio.



* também deve ser evitado o leite de soja (pelo alto teor de 

Cálcio), doce de leite e o pudim de leite;




2 – EVITAR /DIMINUIR /RESTRINGIR O CONSUMO DE:


Carnes vermelha, suína e de aves;

* Frutas: atemoia, banana, fruta do conde e derivadas;



As carnes citadas aqui, quando consumidas, devem ser 

cozidas, pois são as temperaturas muito altas das frituras e 

grelhados que liberam as aminas heterocíclicas, substâncias 

tóxicas (toxinas) que se acumulam em nossos neurônios.


3 – Beber pelo menos 2,5 litros de água/líquidos por dia;



4 – Consumir diariamente:

 frutas, ovo e verduras (especialmente a couve crua), 

espinafre, alface, brócolis, etc;




5 – Sugestão de fontes de proteínas:



peixes, queijo de soja (Tofu), clara do ovo; 


leguminosas em geral 


(feijões, lentilha, grão de bico, etc).



6 – É permitido o consumo de outros tipos de leite, tipo leite

 de arroz, leite de quinoa, leite de soja, leite de aveia, desde 

que NÃO sejam enriquecidos com Cálcio – aqui vale atentar 

que o leite de soja quase sempre é enriquecido com Cálcio, 

para se tornar equivalente ao leite de vaca e aí não pode ser 

consumido.


7 – Não utilizar óleo de soja para cozinhar, substituir pelo de 

girassol;

8 – Chocolate só se for do tipo amargo, sem leite.



9 - Bolo ou massa que tenha leite entre os ingredientes 

estão liberados.




10 -  Leite de soja, arroz, aveia, são problemáticos nas formas industrializadas, quando se adiciona cálcio além do que naturalmente estaria presente. Se não têm adição, podem ser usados moderadamente. O organismo precisa de cálcio, mas deve-se evitar alimentos com muito cálcio, e a comparação com a concentração de cálcio no leite e derivados é a referência do que seja muito cálcio. 
A banana é neurotóxica. Evitá-la previne problemas neurológicos. 

Já a carambola é nefrotóxica e sobrecarrega os rins. 

 Essa toxicidade em relação aos rins também se observa na pinha e atemoia, mas parece-me que é devida a um pesticida usado no plantio, para evitar pragas comuns nessas frutas.






Deus dá uma força enorme pra gente. 

Eu não ligo pra carnes mas adorava queijo e comia todos os

dias coalhada seca preparada por mim, em tudo quanto era 

coisa. 

Quando decidi fazer o tratamento fui diminuindo o consumo 

pra me acostumar. E por Deus, não sinto falta do queijo, 

nem da coalhada. Estou numa boa!!!!! E a técnica que eu 

uso para não cair na tentação de comer o que não pode é 

sempre se alimentar um pouco, a cada 3, 4 horas e antes de 

sair pra festas, supermercado... Sem fome, de barriguinha 

cheia, a gente vira o nariz pra todas as bandejas.


Força que vale a pena! 



4 comentários:

  1. Muito grata pelas informações. Estou em tratamento a um mês e gostaria de perguntar-lhe se vc come arroz. Não tenho comido. Na relação dos alimentos proibidos não consta esse item...Por favor me dá um retorno. Grata!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Penha, estou viajando com acesso limitado à net. Desculpe-me. Como arroz sim, de preferência o integral. Não consegui retirar o glúten. Cozinho só para eu e meu marido e fica difícil fazer dois tipos de comida. E ele não quer fazer minha dieta e com razão. Estou muito bem. As pequenas e incômodas dores nos punhos e tornozelos passaram com naltrexona, prescrita pela médica do protocolo. Você faz parte do grupo do Face? AR e vitamina D. Entra lá. A gente troca ideias por lá com vários pacientes. Torcendo pra sua melhora. Abraços vitaminados Fatima

      Excluir
    2. https://www.facebook.com/groups/1428810010667211/

      Excluir
    3. se quiser que eu adicione, mande email pra mim, Abs

      Excluir